Com o aumento da procura por máquinas agrícolas, locação supre as demandas do setor

Compartilhar:

O agronegócio brasileiro tem superado seus próprios recordes em produção e exportação de produtos, pois, de acordo com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, apenas no mês de maio, foi registrado o recorde de US$ 14 bilhões em exportações segundo a pasta.

Conforme a produção e vendas do setor agrícola aumentam, consequentemente, as etapas de produção que contam com a mecanização também passam a precisar de mais máquinas e equipamentos para suprir toda a demanda do campo, o que deve ter uma alta de 30% na procura e no faturamento deste ano, segundo a Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Implementos (ABIMAQ).

É diante dessa alta demanda que se exige equipamentos cada vez mais tecnológicos em que a locação de máquinas agrícolas se destaca como uma opção econômica e alternativa ao agricultor, que precisa aumentar sua eficiência no campo. Por isso, vamos contar como a locação do maquinário agrícola, além de beneficiar o agricultor, ajuda a manter os recordes produtivos do setor.

 

Otimizar as etapas de produção no campo

Alugar máquinas é a melhor alternativa para o agricultor que precisa elevar sua eficiência no campo e que não dispõe de capital para renovar sua frota com a qualidade e a mais alta tecnologia que o mercado oferece.

Como por exemplo, as colheitadeiras que, no caso de grãos ou da cana-de-açúcar, compõem uma fatia importante da produção nacional, oferecendo uma colheita mecanizada que pode até economizar combustível, o que resulta na melhor qualidade de produção da matéria-prima.

A pulverização que faz parte de uma etapa para evitar pragas e doenças na lavoura, por exemplo, ainda é feita manualmente em vários locais, o que pode ser substituído, por exemplo, com um pulverizador de alto desempenho que faz a distribuição de gotas de forma mais eficiente e que serve para qualquer terreno.

Praticamente todas as culturas podem ter sua eficiência em produção elevada, contando também desde o plantio com as plantadoras até a colheita com reboques e transbordos.

 

Garantia do maquinário em pleno funcionamento

Não é novidade que equipamentos muito antigos ou que não passam por frequente manutenção, além de consumirem um nível elevado de água, energia ou combustível, podem falhar durante a operação, o que pode causar atrasos e até prejuízos na hora da colheita.

Esses riscos são praticamente eliminados quando se loca um equipamento, isso porque a manutenção preventiva e corretiva, assistência técnica, testes e certificações podem estar incluídos em um plano de locação como o Vamos Mais Longe, assim, o operador precisa se preocupar apenas em manusear o equipamento sem dividir a atenção com outros serviços.

 

Economia e custo zero com aquisição direta

Investir recursos diretos em máquinas e equipamentos para modernizar e renovar o trabalho no campo com tecnologia não é uma opção viável a muitos produtores que precisam destinar seus recursos a outros compromissos. Por isso, economia é um dos principais fatores que levam a optar pela locação. Primeiro, não há custo com aquisição e segundo que, considerando a sazonalidade do setor que pode ter a chamada “safrinha”, que não demanda tanto trabalho, pode deixar as máquinas ociosas por meses, o que gera despesas ao proprietário.

Mas, além desses pontos, o locatário também fica livre de gastos como documentação, manutenção, seguro, depreciação e outros custos variáveis que, sendo eliminados, chegam a resultar até 30% de economia, porcentagem que faz diferença no bolso do produtor.

 

Falando em Máquinas e Implementos Agrícolas, contamos recentemente aqui que a Monarca, agora, também é Vamos. Já conferiu? Para continuar acompanhando as melhores dicas do universo de caminhões, máquinas e equipamentos, curta a nossa página no Facebook e siga-nos no Instagram.  Estamos no LinkedIn, nos acompanhe por lá também!

Compartilhar: